Share:

A Tecnologia no Ambiente de Trabalho

3/28/2021
A tecnologia no ambiente de trabalho ganhou um protagonismo ainda maior durante a pandemia. Cada vez mais empresas do setor imobiliário corporativo buscam soluções que envolvam automatização, inteligência artificial, realidade virtual ou algum algoritmo que otimize o tempo ou eficiência de um processo, operação ou produto.

tecnologia no ambiente de trabalho

Para o mercado imobiliário corporativo, a principal preocupação é evitar aglomerações e reduzir ao máximo as superfícies de alto contato: áreas de recepção, descanso e espera, balcão de informações, elevadores, corredores estreitos, banheiros, bebedouros e refeitórios.

As ferramentas tecnológicas são nossos aliados para prevenir a disseminação do novo coronavírus e garantir um ambiente de trabalho seguro e saudável. As soluções em tecnologia podem otimizar a saída e entrada de visitantes com segurança utilizando automatização em todo o processo. É possível usar assistentes virtuais conectados a aplicativos de celular para fazer o check-in, avisar a pessoa que será visitada, e instruir o visitante sobre o percurso até seu destino, sem a necessidade de contato físico.

Ainda em relação ao controle de acesso de edifícios corporativos, existem diversos sistemas de monitoramento como os usados em hospitais e aeroportos. Câmeras podem verificar a temperatura corporal, além de fazerem leitura facial para liberar o acesso e também avisar o segurança no caso de alguem não estar respeitando o protocolo de segurança e não esteja utilizando máscaras. Os contadores digitais antes usados apenas em locais de atendimento como bancos e repartições serão essenciais para indicar o limite da capacidade de espaços de uso comum como banheiros, salas de descanso e refeitórios.

Para a rotina interna da empresa, softwares de gerenciamento de equipe permitem treinar e acompanhar o desempenho de seu funcionários, assim como controlar outros processos remotamente, eliminando a necessidade de reuniões presenciais.

A Cushman & Wakefield utiliza o aplicativo My Desk, desta forma colaboradores podem agendar mesas individuais, salas de reunião, espaços para almoço (refeitório da empresa) e vagas de estacionamento. Para garantir a saúde de todos, o próprio aplicativo solicita o preenchimento do questionário de saúde quando o colaborador faz a reserva. Esse tipo de aplicação se faz necessário para empresas conseguirem se organizar de forma mais eficiente, uma vez que o uso do escritório está se tornando híbrido e as pessoas e empresas estão precisando de mais flexibilidade.

Outra novidade que a Cushman & Wakefield implementou, foi a praticidade para os proprios usuários abrirem chamados por meio de QR code’s espalhados pelo escritório, podendo solicitar limpeza, manutenção, controlar o ar condicionado e etc. Além de cada usuário poder abrir um chamado pelo seu proprio dispositivo, essa iniciativa estimula a colaboração dos funcionários para um ambiente de trabalho mais seguro e higienizado, pois elimina etapas burocráticas para abrir um chamado em uma plataforma que exige login, senha, detalhamento do problema e outras informações.

No condomínio E-business em São Paulo, que é administrado pela Cushman & Wakefield, a ronda do perímetro do condomínio ja era automatizada por meio de Drones com inteligência artificial, e agora em período de pandemia são emitidos alertas e orientações de saúde para os ocupantes.

O retorno aos escritórios seguramente virá com dois focos: segurança e bem-estar dos funcionários e usuários em geral. Além de novos protocolos e processos, recursos tecnológicos serão cada vez mais novidade neste novo formato de utilização do ambiente de trabalho.