Share: Share on Facebook Share on Twitter Share on LinkedIn I recommend visiting cushmanwakefield.com to read:%0A%0A {0} %0A%0A {1}

Cushman & Wakefield revela que mais de um terço dos investidores imobiliários querem investir no mercado hoteleiro

7/13/2021

Mais de um terço dos investidores imobiliários pretendem comprar hotéis na Europa, de acordo com a última publicação da Cushman & Wakefield, Hotel Investor Beat. Apesar da crise no setor do turismo e das viagens, causada pela COVID-19, 21% dos investidores admite reduzir o investimento no setor hoteleiro e apenas 10% colocaram os seus planos em stand-by.

 

Neste estudo participaram mais de 50 grandes investidores ativos no mercado de investimento hoteleiro europeu, que no seu total foram responsáveis pelo investimento de €26 mil milhões nos últimos 5 anos, adquirindo 664 hotéis (127.642 quartos), o que representa aproximadamente um quarto do volume total de transações no setor.

 

De acordo com Gonçalo Garcia, Diretor de Hospitality da Cushman & Wakefield, “Os avanços no ritmo da vacinação combinados com a crescente confiança dos consumidores, fizeram aumentar a procura por férias no estrangeiro, com consequente atratividade de ativos hoteleiros para investimento. A grande vontade mostrada pelos investidores em voltar a adquirir hotéis sugere que estes estão já a pensar em cenários pós-COVID19 sem restrições a viagens e com toda a indústria de lazer e hotelaria a funcionar em pleno”.

 

Para a maioria dos entrevistados, os resorts turísticos são o tipo de ativos mais atrativo. Não obstante a complexidade das operações e da sazonalidade, 70% dos investidores consideram-nos mais interessantes agora do que antes da pandemia.

 

Também os “serviced apartments” se tornaram mais atrativos, com 60% dos inquiridos a realçar a resiliência, alto rendimento e adaptação à mudança para arrendamentos de médio-longo prazo deste tipo de ativo.

 

Por outro lado, os hotéis de negócios, orientados para conferências e eventos, e os que se localizam junto a aeroportos, perderam a sua atratividade, pela alteração brusca nos padrões de trabalho e a resistência em organizar grandes eventos num futuro próximo.

 

Quanto a regiões geográficas, o Reino Unido e Irlanda são os destinos preferenciais para investimento, seguidos da Alemanha, Península Ibérica, França e Benelux. Olhando para cidades, Barcelona lidera o ranking de preferência dos investidores, seguida de Londres, Paris, Amesterdão e Munique. Lisboa aparece no 9º lugar do ranking, à frente de cidades como Dublin, Viena ou Praga.

 

Gonçalo Garcia comenta, “A conclusão evidente após consulta do sentimento dos principais players de mercado (investidores, proprietários e operadores) com exposição a múltiplas geografias, é de que Portugal e a Península Ibérica surgem com destaque positivo, consagrando assim a natureza turística destes destinos, e a confiança na retoma turística no curto prazo. Portugal beneficia de uma boa organização da oferta turística e da visibilidade conquistada no passado recente, limitando-se o interesse apenas pela escala do país e consequentemente das oportunidades geradas e respetivo ritmo do potencial de crescimento”.

FOR MORE INFORMATION PLEASE CONTACT:

Goncalo Garcia
Gonçalo Garcia

Associate, Head of Hospitality • Lisbon

Press releases recentes

Porto Office Park, Portugal
Research • Workplace

Mercado de Escritórios do Porto

A segunda edição do estudo inclui um levantamento exaustivo ao mercado de escritórios do Porto, e inclui as perspetivas futuras para o sector.
1/23/2019
woman with summer hat walking away from camera
Research • Hospitality

Hotel Investment in the Iberian Peninsula

O investimento imobiliário em ativos hoteleiros em Portugal atingiu um volume recorde de €469 milhões no 1º semestre de 2019, um nível inédito no mercado nacional, cujo pico máximo anual havia sido de €275 milhões em 2008.
 
Gonçalo Garcia • 10/10/2019
hotels business portugal
Research • Hospitality

2020 Hotels Business Portugal

Hotels & Business is an initiative designed by Cushman & Wakefield’s hospitality team in Iberia. Similar to the Hotel Investment in the Iberian Peninsula joint initiative, this publication aims to provide a systematic and informed approach to the hospitality tourism sector in a region that is one of the most coveted tourist regions in the world – the Iberian Peninsula.
Gonçalo Garcia • 6/24/2020
With your permission we and our partners would like to use cookies in order to access and record information and process personal data, such as unique identifiers and standard information sent by a device to ensure our website performs as expected, to develop and improve our products, and for advertising and insight purposes.

Alternatively click on More Options and select your preferences before providing or refusing consent. Some processing of your personal data may not require your consent, but you have a right to object to such processing.

You can change your preferences at any time by returning to this site or clicking on Cookies.

MORE OPTIONS
Agree and Close
These cookies ensure that our website performs as expected,for example website traffic load is balanced across our servers to prevent our website from crashing during particularly high usage.
These cookies allow our website to remember choices you make (such as your user name, language or the region you are in) and provide enhanced features. These cookies do not gather any information about you that could be used for advertising or remember where you have been on the internet.
These cookies allow us to work with our marketing partners to understand which ads or links you have clicked on before arriving on our website or to help us make our advertising more relevant to you.
Agree All
Reject All
SAVE SETTINGS