Share: Share with Email

Cushman & Wakefield vende Stay Hotel Lisboa Aeroporto

10/2/2020

A Cushman & Wakefield anunciou a conclusão da venda do recém concluído Stay Hotel Lisboa Aeroporto, localizado na zona oriental da cidade. A unidade hoteleira de 3 estrelas com 84 quartos foi alvo de uma promoção chave na mão, desenvolvida à medida dos requisitos de marca daquele operador português, e com as valências e serviços de um hotel de aeroporto. Uma obra a cargo da DST SA – Engenharia & Construções, decorreu dentro do planeamento inicialmente previsto apesar do contexto de confinamento observado no segundo trimestre do ano.

O hotel enquadra-se no plano de expansão da marca Just Stay Hotels, representando um reforço da presença deste operador na cidade de Lisboa, estando atualmente em curso os trabalhos preparativos de pré-abertura do estabelecimento hoteleiro.

Nesta operação a Cushman & Wakefield apoiou o vendedor na estruturação do processo de colocação e procura de investidor, considerando um modelo de arrendamento de longo prazo, tendo finalizado a operação com um family office português. Tratou-se da primeira aquisição de um ativo hoteleiro por parte daquele comprador, marcando assim a sua entrada no setor do turismo.

Segundo Gonçalo Garcia, Diretor de Hospitality da Cushman & Wakefield em Portugal, “ A conclusão desta transação é um sinal bastante positivo para o mercado de investimento, e em particular para a classe de ativos de hotelaria, materializando assim a confiança que investidores têm demonstrado ao longo dos últimos meses em relação ao setor. Tem a particularidade de ser um negócio 100% português, nas vertentes vendedor-ocupante-comprador.”


CONTACTO PARA A IMPRENSA

Filipa Carmo
Filipa Carmo

Associate Director, Head of Marketing & Communications • Lisbon

Press releases recentes

Lisbon aerial view onto retail street
Confinamento no primeiro trimestre impacta investimento em imobiliário comercial em Portugal

A Cushman & Wakefield apresentou hoje os dados mais recentes relativos à atividade de investimento imobiliário comercial em Portugal. O ano de 2021 ficará indubitavelmente marcado pelo forte impacto da pandemia no setor, com uma quebra no volume de investimento no primeiro semestre do ano na ordem dos 69%. 

7/19/2021

Offices Lisbon Lumnia
Cushman & Wakefield selecionada para a comercialização do edifício Lumnia

A Cushman & Wakefield foi selecionada pela Avenue para a comercialização, em regime de arrendamento, do edifício Lumnia parte integrante do projeto EXEO Office Campus, no Parque das Nações.

7/14/2021

lifestyle portugal
Cushman & Wakefield revela que mais de um terço dos investidores imobiliários querem investir no mercado hoteleiro

Mais de um terço dos investidores imobiliários pretendem comprar hotéis na Europa, de acordo com a última publicação da Cushman & Wakefield, Hotel Investor Beat. Apesar da crise no setor do turismo e das viagens, causada pela COVID-19, 21% dos investidores admite reduzir o investimento no setor hoteleiro e apenas 10% colocaram os seus planos em stand-by.

7/13/2021

Estudos Relacionados

MAAT, Lisboa
Insights • Forecast - Outlook

COVID-19 Portugal Market Update

A Cushman & Wakefield publicou mais uma edição do COVID-19 Portugal Market Update, uma publicação que analisa as implicações da atual pandemia nos vários setores do mercado imobiliário português – escritórios, retalho, industrial/logística, hotelaria, residencial e investimento.


Andreia Almeida • 3/9/2021
Street roofed with umbrellas, Agueda, Portugal
Research

Marketbeat Portugal

O Marketbeat Portugal é um estudo semestral que analisa em detalhe a atividade dos setores de escritórios, retalho, industrial, residencial e hoteleiro, bem como a atividade de investimento imobiliário em Portugal. 
Andreia Almeida • 9/22/2021